Lázaro Barbosa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Lázaro Barbosa de Souza)
Ir para navegação Ir para pesquisar
10413.gif Lázaro Barbosa fez pacto com o CAPETA!
Então é melhor nem se meter com esse artigo, senão o capeta vai atrás de VOCÊ!!!
Cquote1.svg Você quis dizer: Político brasileiro Cquote2.svg
Google sobre Lázaro Barbosa

Nem o Google conseguiu encontrar o bandido certo...
Nem só de pactos vive um homem: nudes também alimentam a alma

Cquote1.svg Finalmente aconteceu um crime de Primeiro Mundo, já tava cansado de lavagem de dinheiro e caixa 2 . Cquote2.svg
William Banner sobre Lázaro Barbosa

Cquote1.svg Onde fica esse tal de Cocalzinho ? Cquote2.svg
Rambo sobre Lázaro Barbosa

Cquote1.svg Um homem sozinho contra um exército? Quem você acha que esse tal de Lázaro é? Capeta? Cquote2.svg
Secretário de Segurança

Cquote1.svg Capeta teria piedade. Lázaro não Cquote2.svg
Mãe do Lázaro

Cquote1.svg A polícia já fechou o cerco! Ele não tem escapatória Cquote2.svg
Mídia, uma semana seguida

Cquote1.svg Baianinho, baianinho, não tem cara, tem focinho! Cquote2.svg
Psycl0n sobre Lázaro

Cquote1.svg Só basta o cu! Cquote2.svg
Lázaro Barbosa sobre sua marca nos crimes de estupro

Lázaro Barbosa (o resto do sobrenome ninguém sabe, mas possivelmente é Ramos Sousa, Souza, Silva, Santos, Oliveira ou Pingozzi), ou apenas Lazarento, foi o mais próximo que o Brasil chegou de ter um night stalker, o equivalente a um assassino degustador de cus que comete vários crimes de noite e que dá um trabalho da peste para ser capturado.

Apesar de a mídia retardada ter chamado o Lazarento de serial killer, ele era um spree killer: não tem modus operandi, obrigava as vítimas a fumar um bagulho do bom, cometeu crimes diversos e fez a "excelente" polícia brasileira passar vergonha em rede nacional.

Finalmente um assassino cinematográfico que o país merecia, logo sairá nos cinemas o filme biográfico de Lázaro (chamado "A Caçada") por José Padilha, com Wagner Moura no papel de capitão da PM, e Lázaro Ramos como o fugitivo...

Colocaram mais 500 policiais (e além deles, a força nacional) atrás do cara, mas ninguém conseguiu segurar esse bebê por dias.

Biografia[editar]

Toda a fauna da segurança pública atrás de um pequeno peixe

Lázaro Barbosa de Souza nasceu em Barra do Mendes na Bahia, tinha 33 anos e era, certamente, o ser humano mais ativo e rápido que saiu desse Estado, isso se ele fosse humano. O zé ruela fugiu de troca de tiros várias vezes, saindo ileso de todas elas até aquele momento; logo, é muito provável que ele já tenha morrido algumas vezes e ressuscitado, como um legítimo Lázaro. Coisas satânicas, como uma máscara de bode, uma tábua ouija e uma carteirinha de afiliado da Ordem do Carneiro do Bom Capeta foram encontradas dentro da casa dele, e muitos dizem que a mãe dele é uma bruxa (não sei se isso é uma ofensa ou uma verdade) e que só conseguiriam prendê-lo quando ela morresse, ou quando conseguissem derrubar o altar que ela usou para invocar esse filhote de cabrunco com cheat de imortalidade neste mundo.

Criminalística e criminologia do rapaz[editar]

Os criminologistas traçaram o perfil criminológico dele e o resumo foi esse: era retardado mesmo! Supostamente Lázaro Barbosa foi estuprado durante toda sua infância com um canivete por seus vizinhos bullies e isso ativou nele o modo retardado.

Aprendizado de guerrilha em Medellín[editar]

Nunca ocorreu, mas parecia.

Aprendizado de possessão[editar]

Com sua habilidade de teletransporte e drible, Lázaro conseguiu ir de Goiás até o Paraguai em instantes, se escondendo no elenco da seleção.

Após ser bulinado na escola, na vizinhança, no mercado, na própria casa e até pelo próprio cérebro, Lázaro Barbosa resolveu que era o momento de virar satanista de uma vez. Desenhou um pentagrama invertido em seu quarto com sangue de seu próprio ânus cheio de hemorroidas, leu uns versículos bíblicos ao contrário e invocou dez deuses mesopotâmicos para ajudar nas empreitadas.

Ao chegarem ao quarto de Lázaro Barbosa, as divindades demoníacas primeiro bulinaram o rapaz, depois deram um treinamento de possessão diabólica. Com tal treinamento, Lázaro poderia se teletransportar para distâncias de até um quilômetro de distância, seria praticamente imortal, mas para isso teria que matar uma pessoa a cada dia, beber o sangue do intestino delgado da vítima, fazer uma sodomia com o cadáver e entregar a alma da vítima para Bafomé. Se esse negócio de se teletransportar para um quilômetro de distância é verdade ninguém sabe, pode ser só boato.

Crimes[editar]

Quando você pensa que ele está aqui, ele na verdade está lá; some nas horas certas, e faz o povo de bobo.

Tudo começou em 2007, quando Lázaro começou a perseguir uma garota por estar supostamente "apaixonado" por ela, sendo impedido, mas cometendo ali seus primeiros crimes após matar os dois homens que estavam protegendo a moça do maníaco cara de bunda. E está até explicado nessa frase o porquê de ela fugir dele, ninguém quer um Bicho-papão como namorado. Voltando pro primeiro crime cometido por esse homem metido a Jack, o Estripador, na época ele fugiu pra umas matas (esse daí ama umas ervas) como estava fazendo na época e ficando 15 dias escondido, só depois se entregando pra polícia.

Em 2021, Lázaro deu uma piradinha nos neurônios e resolveu ir matar uma família inteira, invadindo a casa deles e matando primeiramente o pai e os filhos, e sequestrando a mãe. O corpo dela foi encontrado alguns dias depois nu e cheio de cortes. Depois saiu atirando por aí igual um débil mental e baleou três homens. Depois, fez umas senhoras de reféns em suas próprias casas e ainda elas cozinharam pra ele por livre e espontânea pressão. Além de criminoso era folgado. Invadiu uma fazenda, matou mais quatro pessoas e ateou fogo na casa. E ainda se não bastasse, foi encontrado dormindo por uns caseiros e saiu correndo pois o cu apertou. Driblador como era, foi encurralado por centenas de policiais, mas mais uma vez ativou sua arminha e atirou em um policial. Mas após 20 dias fazendo parkour no meio da mata, o retardado foi morto pelos policiais.

Lázaro Barbosa de Souza era considerado fugitivo em vinte e cinco unidades federativas, um distrito federal, um Acre e uma Venezuela. No momento ele se encontrava em Goiá... opa, não, estava no Distrito Federal, porra, já saiu, agora estava em Goiás de novo. Sua ficha criminal inclui ainda estupro, roubo, latrocínio, porte ilegal de arma de fogo e imitação não autorizada do Rambo, além de um QI de -20.

Mataram o homem mas não o que ele representou na vida dos brasileiros

Lázaro foi acusado de satanismo e de fazer rituais com os corpos de suas vítimas em troca de vida eterna de Satã. Aparentemente, tudo estava dando certo, pois ele ganhou 10 pontos de life, 5 de mana, e mais experiência em termos de furtividade e camuflagem.

Perseguição[editar]

Lázaro na verdade está vivo e será o próximo reforço do Vascão

Quando a polícia foi atrás de Lázaro Ramos Lázaro Barbosa, o criminoso ficava dormindo em árvores como seus antepassados baianos, despistando a polícia. Também trocava de roupa com os reféns pra confundir o olfato dos cachorros farejadores, e dava certo. Estava mais difícil encontrar o criminoso do que encontrar o Wally na terra dos Wallies. O baiano estava com uma mochila e tinha trocando de roupas, armas e moradias por onde foi passando e virando um dos maiores memes da Internet.

Fim da saga do Mestre dos Matos[editar]

Será que veremos uma segunda temporada dessa história? Resposta: não. Após 20 fodendos dias, finalmente, em 28 de junho, o tal do Lazarento após trocar tiros contra policiais, não teve tanta sorte assim dessa vez, foi baleado igual a baleia da mãe dele, terminando morto. Agora ele se encontra em um lugar bem quentinho onde será devidamente acolhido.

Especialistas recomendam que Lázaro seja enterrado em um daqueles cofres de ilusionista, que são amarrados com correntes para impedir a fuga. Assim, mesmo que ele ressuscite depois de três dias, não vai conseguir escapar de seu túmulo.

Ver também[editar]


CAPTURADO

Lázaropreso2018.jpg

Anunciamos que Lázaro Barbosa não fará(ão) mais mal a ninguém,
pois se encontra(m) preso(s), morto(s) ou/e finalmente derrotado(s).

Agradecemos à(s)/a(o)(s): Polícia Militar de Goiás pela sua captura.
Obrigado, Polícia Militar de Goiás, certamente as pessoas poderão
dormir mais tranquilas graças a você(s).