País subdesenvolvido

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Países subdesenvolvidos)
Ir para: navegação, pesquisa
Mordor.jpg Este artigo é relacionado à geografia.

E faz parte de um bloco económico.

Países subdesenvolvidos são países que estão literalmente na merda. São países que só aparecem na sua televisão quando se trata de alguma tragédia, guerras, enchentes ou alguma excentricidade do ditador que comanda o país há mais de 55 anos. Todos os países que compõem este grupo costumam apresentar uma característica em uníssono, todos estão no mapa da fome das Nações Unidas, sendo a família dos megalomaníacos chefes de estado os únicos alimentados nessas regiões. Outro ponto marcante nos países deste grupo, é que são regiões devastadas pelas guerras ou caso nunca tenham se envolvido em uma, estão situadas em grandes pastos e lamaçais.

Conceito[editar]

Lista dos países pauperramente pobres.

Apesar de serem países cuja a população não possui qualquer vida, e tampouco qualidade de, são países que não integram a lista de países em subdesenvolvimento por já surgirem completamente falidos, ao contrário daqueles que compõem a lista supracitada.

Esta categoria infame surgiu no dia 12 de setembro de 1996, com o ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annal, durante uma visita a Niggeria, sua terra natal quando ficou hospedado em um hotel de Lagos e com fome, pediu que fossem servidos iguarias francesas. Ao chegarem com o banquete, o Kofi tomou um susto e em seguida ficou bastante contrariado quando viu que tinham servidos caramujos africanos misturados ao arroz parboilizado ao invés de escargot. Ao reclamar ao chefe da cozinha do hotel, Kofi convocou a imprensa que estava ali com ele e fez uma coletiva no local.

Cquote1.png O que estes crioulos estar pensando? Aqui é Cofi, eu não gostar destes subdesenvolvidos! Cquote2.png
Kofi Anã

O ato tomou proporções gigantes, o que fez com que o secretário se retratasse publicamente no dia seguinte. Os geógrafos e economistas entraram em consenso e decidiram que aquela expressão seria a forma correta de tratar um país com níveis de misérias elevados, criando assim a categoria de países desenvolvidos.

Características[editar]

  • Comércio pungente – Nestes países o comércio de órgãos é bastante protuberante. É possível encontrar um bom rim pagando a bagatela de 5 dólares americanos (R$ 2683, segundo cotação em tempo real), mas para isso é necessário pesquisar muito. Além do tráfico de órgãos (legalizado nestes países), também é possível encontrar a venda de drogas, mercadorias saqueadas de outros países até a venda de pessoas (filhos indesejados ou pessoas derrotadas em tretas entre as tribos locais).
  • Natureza – Se já não bastassem toda a miséria, estes países ainda convivem com catástrofes naturais em demasia, como tsunamis e terremotos. Religiosamente, todo ano acontece algum evento dessa natureza.
  • Educação – Nestes países, a população não sabe ler — a não ser hierógrafos, o que continuam utilizando até hoje para comunicação entre eles.
  • Guerras tribais – Os habitantes locais continuam a guerrear entre si por meio de tribos criadas há mais de mil anos.
  • Limite de idade – Nestes locais não existem faixa etária para dirigir (burros de carga) ou casarem. Ou seja, é comum ver casais de 5 e 14, 14 e 18, e 8 e 45 anos.
  • Turismo forte – Os mais abastados adoram apreciar uma boa pobreza e desgraça ao molho gourmet. Por isso, o turismo de um país subdesenvolvido costuma ser a única atividade lícita rentável.

Países[editar]

Alguns dos países mais subdesenvolvidos do mundo são:

Bandeira do Camboja Camboja Bandeira das Filipinas Filipinas Bandeira de Bangladesh Bangladesh Bandeira da Nigéria Nigéria
Bandeira do Butão Butão Bandeira do Cazaquistão Cazaquistão Bandeira da Dominica Dominica Bandeira do Egito Egito
Bandeira da Coreia do Norte Coreia do Norte Bandeira da Indonésia Indonésia Bandeira do Kuwait Kuwait Bandeira do Laos Laos
Bandeira da Mongólia Mongólia Bandeira do Quirguistão Quirguistão Bandeira do Uzbeqistão Uzbequistão E vários outros que estão se emancipando por aí