Cadeira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cadeira é aquele objeto que você usa para sentar (não, não é um pênis), mas que também tem várias utilidades, como pode servir de mesa, já que na tua casa não tem mesa quando ela está ocupada, e para outras Mil e uma utilidades.

Outras utilidades[editar]

Cadeira da Apple feita especialmente para você! Leva de graça Compre já!

Para sentar, seu idiota! A cadeira tem muitas utilidades. Ela serve como assento, para você sentar e dar o cu muito e descansar um pouco depois de um dia de trabalho duro já que na tua casa não tem cama e o chão é de barro, mas também serve para te deixar mais alto, no caso de você precisar pegar alguma coisa que escondeu em cima da geladeira ou em cima do armário. Também serve para aplicar aquela velha pegadinha nos seus amigos, que quando eles vão sentar no pau você puxa e eles caem de bunda no chão. Só tenha cuidado, isso pode acabar com uma amizade caso amigo na verdade seja seu MigUuHhHXXxXxEeNnhUuUh. Sua variante mais pobre simples é o banco, banqueta, moxinho...

História[editar]

Os primeiros registros de cadeiras foram encontrados em cavernas habitadas pelos Emo Sapiens que usavam toras de madeira para sentar (verticalmente) e para tentar cortar os pulsos. Mas a verdadeira cadeira, não a que te machuca foi inventada por um gênio conhecido como Homer Simpson, e copiada pelo Thomas Edison, que ganhou todo o crédito, porque já tinha fama de nerd inventor. Nessa época, todas as cadeiras ainda eram de madeira e não tinham um encosto para as costas, então, mesmo sendo uma boa invenção, ninguém queria usar, porque não conseguia mais levantar e caía duro no chão. Certa feita, inventariam o tal do encosto, e outro grande homem, Fernando Pessoa, batizaria a cadeira sem encosto como "banquinho".

Tipos de cadeiras[editar]

Cadeira de madeira[editar]
Estrago que tua mãe fez nessa cadeira

A mais antiga, só que agora evoluída, com braços e encosto para as costas e lixada, pra não te deixar com o popote arranhado. É uma das mais comuns e tem outras variações dela, como as que usam no bar, que é fechada e é aberta nas costas - não recomendado se estiver sentado nela perto do teu amiguinho chato, porque ele pode te dar uma dedada.

Cadeira de bar[editar]

Geralmente são cadeiras de plástico bem vagabundo que as marcas de cachaça cerveja dão, e que se a tua mãe sentar dá prejuízo para o coitado do dono do bar.

Em bares barra-pesada, é obrigatório que elas sejam feitas daquelas madeiras envernizadas duras pra porra, já que são as armas mais utilizadas em brigas.

Cadeira de rodas[editar]

São as cadeiras dos deficientes físicos, que quebraram a perna, ou não tem as pernas ou foram pra cama com um negão. Também tem as cadeiras de rodas das pessoas chiques, que são controladas através de um controle remoto, e a do Professor Xavier, que é controlada pela força do pensamento, mas você nunca terá uma dessas.

Sente também Veja também[editar]